conheça a história da expocrato

Primeira edição (1944)

Foi em dezembro de 1944 que a primeira edição da Feira Agropecuária do Crato, tomou conta da cidade com intensa movimentação de visitantes e negociadores. De lá para cá, a Expocrato somou 78 anos de fundação, avanços e conquistas, sendo hoje considerada Exposição Centro Nordestina de Animais e Produtos Derivados, uma das maiores do gênero e a maior do Norte e Nordeste brasileiro.

Foi realizada pela portaria 100/1944, nomeando como patrono e presidente o professor Pedro Felício Cavalcanti, e criando a primeira Comissão Central Organizadora do evento. Os então organizadores foram à exposição de Uberaba (MG) para trazer um comboio de animais. A Comissão comprou um vagão de animais de raça que saiu de trem para o Rio de Janeiro, de lá veio de navio até Fortaleza e chegou ao Crato de trem. Em meados de setembro do mesmo ano é distribuído entre os criadores da região do Cariri o regulamento da I Exposição Agropecuária do Nordeste, apenas dois meses antes da realização do primeiro evento no Crato, que, naquela época, recebeu a denominação regional.

O evento contou com a presença do então governador do Estado, Francisco de Menezes Pimentel, dentre outros convidados ilustres, dos quais destacam-se o bispo dom Francisco de Assis Pires, que abençoou as instalações do parque, na hora da sua inauguração.

O evento aconteceu no período de 4 a 7 de dezembro de 1944 e obteve grande sucesso. Porém, entre a primeira e a segunda edição houve um intervalo de nove anos, devido à crise provocada pela Segunda Guerra Mundial, que também repercutiu na região do Cariri.

O ex-prefeito do Crato, Ariovaldo Carvalho, um dos remanescentes das primeiras exposições, lembra que somente no ano de 1950, três anos antes do centenário da cidade, o prefeito em exercício, Décio Teles Cartaxo, decidiu reativar a Exposição Agropecuária no antigo bosque, onde hoje está localizada a Praça Alexandre Arraes. Lá foram realizadas a segunda, a terceira e a quarta edições.

No entanto, na quinta edição, na administração do prefeito Ossian Araripe, em parceria com o Governo do Estado do Ceará, é que o evento foi transferido para o local onde hoje é a sede definitiva do Parque de Exposição Pedro Felício, e o evento então passou a ser realizado de quatro para sete dias.

A denominação Expocrato só tornou-se popularizada a partir da primeira década deste século, quando a exposição ganhou dimensão nacional, tornando-se um megaevento com programação cultural e nomes de grandes artistas. 

Fonte: Wikipédia

Primeira Exposição do Crato - Ano 1944